domingo, 6 de março de 2011

Viagem aos Canyons e serra gaúcha.

Boa tarde amigos, descreverei a ótima viagem que fizemos para os Canyons de Itambézinho, Fortaleza e um passeio pela serra gaúcha neste feriadão de carnaval.
Após pularmos no carnaval na sexta, sábado e domingo, aproveitamos o resto da semana para fazermos esta viagem.
Espero que gostem e fiquem com vontade de fazer o mesmo, Viajar... o que é muito bom.
1350km de estrada

Parte I (Florianópolis - Praia Grande - Cambará do sul)
No dia anterior levei a moto para fazer a revisão de sempre
após ter trocado as pastilhas de freio levei na Motos CD,
e ali trocaram, óleo, filtro e deram um ajuste e lubrificação na correia.

Também troquei o peneu traseiro e fizemos uma checagem nos rolamentos e
cintas de freio, pois sabia que iria passar na serra do Faxinal, que não é nada boa.

Aproveitamos esta viagem para estrear os novos capacetes.


Às 9h saímos de casa e a primeira parada foi no posto de
gasolina, completamos o tanque e tocamos direto para Praia Grande.

Após pegarmos a via expressa, entramos na BR 101 em direção ao sul do estado.

Primeira parada logo ali, em Palhoça no pedágio, o único
que precisou pagar, em todo o estado do RS é livre para motos,
ao menos nas estradas em que passamos.

Primeira vista maravilhosa, o morro do Cambirela,
na saída de Palhoça (um antigo vulcão extinto)

Começamos a nossa viagem, não podendo acelerar muito,
pois a BR 101 esta em obras até Osório.
(Muita atenção na estrada e se possível , viaje somente de dia)

Nas partes duplicadas a estrada esta ótima,
e ai da para acelerar um pouco mais.
Em seguida passamos por Imbituba e continuamos em frente.
Céu limpo e temperatura agradável, ótimo para viajar de moto.
Depois de rodar as primeiras 3h, e passando uns 20 km
de Sombrio, pegamos a direita para a cidade de Praia Grande.
Após passar por São João do Sul, chegamos em Praia Grande às 13h.

Chegamos direto ao centro de Informações turísticas,
para vermos pousadas para ficarmos,
onde fomos muito bem atendidos.

A Nibia aproveitou para dar uma caminhada nos Canyons.
Isso sem gastar muita energia, hehehe.

Fomos a primeira pousada , Magia das Àguas,
muito linda mas infelizmente não tinha vagas,
então fomos para a outra pousada, a Malacara,
mas também não tinha vagas, mas gentilmente o proprietário
nos indicou a pousada Colina da Serra na serra do Faxinal.

Na descida da pousada Magia das Àguas, encontramos
um pessoal tomando um banho muito gelado em uma corredeira,
deu até vontade de tomar um também, mas tínhamos que encontrar a
hospedagem antes de anoitecer. Fica para uma próxima vez.

No restaurante..olha a Nibia dando uma olhada nas biritas,
as quais tinham uns nomes muito estranhos.

Pegamos a serra do Faxinal em direção próxima pousada,
e olha o caminho, muita pedra solta, somente bem devagar
e com muita atenção.
Paramos para tirar umas fotos e apreciar a vista.

Mais uma foto da belíssima paisagem.

A Nibia aproveitou e colheu umas carquejas para o chimarrão,

Olha o tamanho dessa planta.
Posto de fiscalização sanitária de Santa Catarina.

Somente em alguns lugares tem um trecho de uns 100m
que foram asfaltados, mas o engraçado é que o Ibama
somente libera um pedaço aqui e outro lá adiante,
e não deixa fazer toda a obra.
(O motivo, por incrível que pareça é para não atrapalhar o
sexo das minhocas com o barulhos das máquinas)
Parece até piada mas é verdade, hehehehe.


Agora algumas fotos da pousada Colina da Serra
Pousada Colina da Serra, administrada pelos maravilhosos anfitriões, Paulo e Maria.

Descansamos muito bem, naquele silêncio incrível.
O lugar tem um visual de tirar o fôlego.

Após uma ótima noite de sono, nada melhor que um café desses.

Bom, agora chega de moleza e pegar essa estrada até
o itembézinho, muito devagar e com cuidado, pois tem
muita, mas muita pedra solta.


Bem na divisa dos estados apareceu este Graxaim
bem manso e ficou olhando tudo por ali.
Estava tudo ótimo, até que começaram as nuvens
a aparecerem e ficar bem fechado o visual, mas a sensação
de andar no meio das nuvens foi indescritível, muito boa mesmo.

Não dava para ver mais nada para os desfiladeiros,
mas o visual no meio das nuvens compensou
A sensação de estar no meio das nuvens é ótima.
Após 20km enfim chegamos ao parque nacional
para vermos o canyon de Itambézinho.

Algumas fotos do acesso ao parque.




Agora fotos do canyon Itambézinho e das cascatas.




Quase que não escapo da queda, hehehe









Bom... após a visita do canyon do Itambézinho, rumamos
para Cambará do sul para ali visitarmos o canyon de Fortaleza.

E toma estrada ruim, mais 20km de péssima estrada até Cambará.
Muitas pedras soltas, na parte do RS não tem nenhum pedaço asfaltado.
Como fazem falta aqueles pedacinhos de 100m de asfalto, mesmo
que sejam uns 3 ou 4 como em SC.

A estrada pode ser ruim, mas a paisagem é de tirar o fôlego.

Chegada a Cambará do Sul.


Chegando na cidade a primeira coisa foi...
Adivinha...  ir procurar um bom restaurante, pois já
eram meio dia e a fome a mil, pois não tem nenhuma venda entre
Praia Grande e Cambará do Sul.


Restaurante rústico  Galpão Costaneira.
Encontramos uma turma de motoqueiros que vinham da cidade
de Dois Irmãos e como tinha um monte de motos lá, achamos que
seria um bom lugar para ficarmos para almoçar.

Algumas fotos do restaurante.
Lugar muito legal e diferente.

Olha a cara de concentrada da Nibia.

Comida da melhor qualidade, bem caseira e gostosa.

Comida ao som do gaiteiro, muito legal.
Em baixo de cada plástico que cobre as mesas
as pessoas deixam seus recados, muito legal.


Depois do almoço resolvemos visitar o canyon de Fortaleza
que fica a 20km da cidade por uma estrada muito ruim,
igual a que já tínhamos passado de Praia Grande até aqui.

Na ida a Nibia aproveitou e colheu algumas macelas para o chimarrão.

E dá-lhe estrada ruim, velocidade máxima de 30km

Vista de uma pousada, muito bonita, mas em geral a estrada tem muitas vistas
legais, não tanto quanto a estrada anterior, mas muito legal assim mesmo.

Parmos um pouco par descansar, pois minhas mãos estavam dormentes
após um trajeto ruim desses, agora vamos decansar um pouco
e tirar uma fotos de uma corredeira que tinha do lado da estarada.

Na chegada ao canyon Fortaleza, uma decepção,
o tempo estava nublado e fechou o visual do canyon,
a única foto que conseguimos tirar foi esta.
Mesmo assim tiramos umas fotos nas trilhas e como se pode
ver havia muitas nuvens.
Tirmos algumas fotos e retornamos, para
vermos a pedra do segredo, que vimos no caminho.

Peguei algumas fotos do canyon na net, seguem abaixo

Entrada da trilha para a pedra do segredo.

Pegamos a trilha de uns 30 minutos de muito barro e grama
e chegamos no final, e para nossa surpresa...
cadê a pedra do segredo?
só tinha uma vista muito legal de uma corredeira e da parte de cima de uma cascata.
Descobrimos que para ver a pedra, precisariamos de guia e
de ter que atravessar a corredeira (fora de cogitação)

Foto de cima da cascata, final de nossa trilha


Coloquei aqui uma foto tirada da net da pedra do segredo.
Foi mais fácil que atravessar a corredeira de água gelada.
Ai está a famigerada, hehehe.

Após "não"  termos visto o canyon Fortaleza e " nem"  a
pedra do segredo, passamos nas informaçoes turísticas e
pegamos a estarda.

Saída de Cambará do Sul, cidade pequena e aconchegante.

Pé na estrada "rota do sol" até Caxias do Sul.


Parte II (Bento Gonçaves - Canela) 
Estrada maravilhosa, sem movimento e impecável.

Nas retas, aproveitamos para acelerar um pouquinho mais.

Chegada a Caxias do Sul.
Paramos para abastecer, e a Nibia tirou essa foto da saída da cidade.
Rodamos até Bento Gonçaves, tentamos as informaçoes turísitcas mas
estava fechado, resolvemos comer um lanche e ir dormir, para no dia seguinte
aproveitar o que tem de bom em Bento Gonçalves.

Chegada ao Motel.
O preço das pousadas ou hotéis estava muito caro,
pois como era dia de feriado por causa do carnaval
o pessoal subiu muito o valor, então achamos no
 Motel Della Montagna  por um ótimo preço.

A moto estava imunda e com muito barro da estrada.
Dormimos uma ótima noite e acordamos cedinho para
continuarmos a viagem, a Nibia aproveitou e deu uma limpada
no capacete dela, pois com a terra e chuva ficou bem sujo.

Primeira parada na entrada da cidade, no centro de informações turísitcas.

Fomos direto para tomar um super café da manhã
na confeitaria Brasil.

Parte III (Passeio por bento e visita a Vinícola Aurora.)
Aproveite e faça um passeio de Maria Fumaça pela serra gaúcha



Foi difícli de separar a Nibia do barril de vinho tanat.
Quase que tenho que comprar o barril, hehehe

Após esse lindo passeio, e a degustação, subimos para
a loja da vinícola e compramos um viho , tanat é claro.

Depois da visita, fomos dar mais uma volta na cidade.

Centro da cidade de Bento Gonçalves, muito linda mesmo.

Como não conseguiu canudinho ela tentou pescar algumas gotas de vinho.

Igreja em formato de Barril.

Parte IV ( Caminhos de Pedra )

Alumas fotos deste que foi o mais belo passeio da viagem.
Passeio de  7km e viajemos à 20km/h e apreciamos demais a paisajem
e a hospitalidade.
Uma das 28 construções do passeio.
Esta aqui é um restaurante Nona Lúdia

Casa da ovelha, muito legal e tem ótimos queijos e atendimento.
Na loja da Casa da ovelha, comprando uns queijos e experimentando
um protetor para os ouvidos, pelo jeito esta esperando muito frio
para este inverno.

Casa do Tomate, aqui fazem tudo de tomate, inclusive licor e sorvete.
Uma delícia.
Lojinha da Casa do Tomate, atendida pela Natália um amor de menina,
muito atenciosa e prestativa.
Vale a pena visitar e levar um produto


A Nibia dando uma olhada nas roupas na casa da tecelagem
Mostra de teares da casa da tecelagem, (muito legal)

Casa do artesanato.

Nesta casa que fica em frente a casa onde foi filmada
cenas de o Quatrilho, da vinícola, Cantina e Casa Strapazzon,
você poderá tirar fotos com roupas antigas com os simpáticos
anfitriões José e Nelza.

Algumas fotos na vinícola Strapazzon
Nelza e José (fotos antigas e rótulos personalizados)

Parrreiral
Caminho de acesso a casa onde foram filmadas cenas do Quatrilho.
Interior da casa
Vista do lado externo
Chegamos bem na época da colheita, e a NIbia aproveitou para
comer umas uvas.
Casa antiga da família.
Interior da casa, onde tem algumas máquinas antigas
e vários barris para estoque de vinhos finos.

Continuandom pela estrada das pedras.
Após alguns metros e ao alto estava a vinícola Salvati
 Vinícola Salvati & Sirena

Algumas fotos na vinícola.
Olha só a cara dos colonos, hehehe
Degustando um ótimo vinho.
A Fernanda nos fez sentir em casa, um excelente
atendimento com muito humor e simpatia.

Mais um degustação, se não acabassem as
vinícolas teriamos que ficar por ali mesmo, pois já
estavamos bem alegres e rindo a toa. hehehe.

A Nibia queria até tomar banho de Tanat, vê se pode isso?
Saindo da vinícola Salvati para a próxima parada.

Continuando o passeio...
Casa da Herva Mate. (lindíssimo lugar)
Olha só a pose...

 
Pore dentro do processo de moagem e secagem de uma
antiga fábrica de processamento de Herva mate, tudo movido
pelo moinho de água.

Após essa maravilhosa turnê pelo "Caminhos de Pedra"
fomos para Farroupilha.
Foto de casa antiga que fica na estrada para Farroupilha,
com um visual muito lindo.

Chegada a cidade de Farroupilha.

Pegamos um pouco de chuva, mas nem colocamos a roupa
de chuva pois em seguida parou, e como o dia estava bonito,
arriscamos e continuamos a viagem.

Placa de entrada da ciodade de Feliz.
Após passarmos rápidamente por Farroupilha e Faliz, fomos
para Nova Petrópolis.

Algumas fotos em Feliz
Chegeu a sentir o gostinho da cerveja ao passar pela fábrica.
Saída da cidade de Feliz.


Pegamos a estrada para Nova Petrópolis.
Chegada em Nova Petrópolis, o tempo já começava
a ficar bastante nublado.

Algumas fotos da cidade de Nova Petrópolis
cidade linda e limpa.
Praça do labirinto, (infelizmente estava em reforma)
Olha o tamanho do sorvete, e adivinha o que fui
fazer logo após ... Comer um sorvete é claro.

Ficamos um pouco na cidade e fomos para Gramado,
encontrar uma pousada e passarmos a noite,
pois no outro dia teríamos muita coisa para ver.
Chegamos em Gramado a tardinha e fomos dar um
paseio no centro da cidade e encontrar uma pousada.


Por acaso a Nibia viu uma pousada bem na entrada
da cidade (pousada XIXO), muito boa e com bom preço
e ótimo atendimento feito pela proprietária.


Dormimos muito bem nessa cama gigante.
Ótima noite de sono e acordamos para o nosso café da manhã.

Após esse maravilhos café e bem reforçado, fomos
passear pela cidade.

Algumas fotos de Gramado.
Portal de entrada da cidade.

Passamos pelo portal e antes de chegarmos ao centro,
fomos fazer um passeio no Lago Negro
Lugar tranquilo e muito lindo, vale a pena passar um tempo aqui.

Passeio pelo centro de Gramado
Prada no banco para pegar um dindin.
A moto já estava carregada com vinho, queijo,
molho de tomate, salame copa,
lembrancinhas, e alguas outras quinquilharias.


Depois de passearmos por Gramado pegamos a estrada
para Canela que fica apenas 7km.
Museu do automóvel, vale a pena visitar.
Tambem tem o Museu de cera logo adiante.
A lojas são muito legais com uma decoração pra lá
de legal.
Parada obrigatória no mundo dos sapatos.

Mundo a vapor, ótimo passeio sobre a
história dos trens a vapor.

A Nibia tentando colocar o trem no lugar. hehehe.

Após visita ao mundo do vapor, fomos ao parque do caracol.
Foto tirada no trajeto até o Parque do Caracol.

Chegada ao parque, com os ingressos na mão
retiramos as jaquetas e saímos para a visita.

Cascata do Caracol.
Após a visita no Parque do Caracol,
fomo ao Hotel Lages de pedras para apreciar a vista.
Lá em baixo fica a cidade de Três Coroas.
Após algumas fotos e apreciar a vista, continuamos em
direção a Canela.
Catedral de pedra em Canela

A Nibia aproveitou para fazer umas comprinhas para o inverno.
Subindo a serra gaúcha.
Portal saída de Gramado
Almoçamos no restaurante Trigus em Três coroas.
Atendimento do Trigus, nota 10. (Recomendo)

Saímos a baixo de chuva e fomos conhecer o
Fomos recepcionado pela Vanessa, que foi muito gentil
e simpática.
òtimo passeio ao templo central, lugar belíssimo.
Como não são permitidas fotos do interior do templo
e estava chovendo muito, peguei as fotos abaixo na net.

Com muita chuva e ventos fortes, saímos do templo para
continuarmos viagem a cidade de São Francisco de Paula
Como a chuva não parava, resolvemos ir para Florianopolis.
Pegamos a direita pela rota do sol e rodamos direto até floripa.
Como passamos direto pela serra e estava chovendo muito,
não pudemos tirar fotos.
Baixei algumas da net e coloco abaixo.

Depois de descermos a serra, uma das mais bonitas que já andei,
fomos até Terra de Areia e paramos em um posto
de gasolina para arrumarmos as roupas de chuva,
pois estava fazendo muito frio.
A Nibia colocando bastante roupa e tênis secos para continuarmos a viagem.

Paramos em tubarão para comermos um lanche e tocamos direto para Floripa.
Chegamos em casa as 22.30h, cansados pela chuva e pelo transito, mas felizes.
Pronto para a próxima viagem.

Espero que tenham gostado e até um próxima.


Dados da viagem.
KM rodados 1350
Estados visitados - Rio Grande do Sul e Santa Catarina
Dias de viagem - 4 dias
Cidades que passamos durante a viagem -
Feliz
Caxias do Sul
Cambará do sul
Tainhas
Lageado Grande
Farroupilha
Bento Gonçalves
Carlos Barbosa
Garibaldi
São VAndelino
Picada Café
Vale Real
Nova Petrópolis
Gramado
Canela
São Francisco de Paula
Três Coroas
Rodeio Bonito
Itati
Terra de Areia
Tres Cachoeiras
Ararangua
Sombrio
Jaguaruna
Tubarao
Capivari de Baixo
Laguna
Imbituba
Paulo Lopes
São José
Palhoça
entre outras

BOAS VIAGENS A TODOS.

8 comentários:

  1. Oi Gente! Foi com muita satisfação que achei o blog de vcs! Parabéns, lindas fotos, lindos roteiros! Visitem o nosso blog tbm! Fizemos essa mesma viagem em fevereiro! Abraços! Alê & Lisi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado amigo, vou dar uma boa olhada em seu blog no fim de semana.
      tenham uma ótima semana e boas viagens.

      att. johnny

      Excluir
  2. Parabéns, linda viagem. Muito bem datalhada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que gostou, obrigado pela postagem.

      um abraço e quem sabe nos encontramos nessas estradas.

      Excluir
  3. Roberto Sopares dos Santos26 de abril de 2013 13:53

    Olá, irmãos da estrada, sou Gaúcho bem noroeste do Estado, especificamente nas Missões, São Luiz Gonzaga, adoreia as fotos e videos de vcs, e mais próximo ao verão pegarei a patroa e vamos nos cambear numa viagem pelo estado do Rio Grande do Sul até Florianópolis. Vcs estão de parab´pens pelos comentários e narrativas dos roteiros. Abçs meus queridos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia amigo, obrigado pelas palavras, fazemos de coração, pena não ter mais tempo para postar as outras viagens que fizemos, mas aos poucos coloco aqui,
      Uma das viagens que temos programada, é visitar justamente as missões, pois fica próximo de floripa e da para faze a viagem em um feriado de 3 ou 4 dias, me passe mais dicas de pousadas ou hoteis nessa região ok

      um abraço johnny

      Excluir
    2. Oi amigo, até que um dia conseguimos fazer a visita as Missões, foi neste fim de ano no retorno da viagem de fim de ano a Argentina.
      Adoramos sua região, estão de parabéns.
      Veja a viagem no link abaixo.
      http://viagensdemoto250.blogspot.com.br/2014/01/buenos-aires-argentina-uruguay.html

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir

Deixe seu comentário, obrigado.